Cafeína e Atividades Físicas: o que acontece conosco?

Cafeína e Atividades Físicas: o que acontece conosco?
5 (100%) 2 votes

Olá amigos, uma pergunta que eu recebi essa semana aqui no nosso canal era sobre os benefícios da cafeína. Será que ela pode ajudar mesmo no desempenho?

Antes de falar da cafeína. Eu quero falar sobre uma substância produzida pelo cérebro chamada adenosina que após ser produzida ela imediatamente se liga aos receptores causando sonolência, diminuindo atividade das células nervosas e principalmente aumentando a vasodilatação dos vasos cerebrais aumentando a oxigenação principalmente durante o sono.

Mas Zanuto, a gente não ia falar de cafeína? Sim. Mas por que que eu quis explicar pra você sobre a adenosina? Exatamente porque a cafeína faz o efeito oposto. A cafeína, gente, extraída de uma porção de plantas, quando ela chega no nosso cérebro, ela modifica toda química cerebral e similar a própria adenosina, ela vai se ligar nesses receptores só que ela vai fazer o efeito exatamente contrário.

Enquanto a adenosina diminui a atividade cerebral, ela vai aumentar. Aumentando inclusive a construção porque ela bloqueia o efeito vaso dilatador da adenosina. Com isso, a atividade neural aumenta e com esse aumento a nossa hipófise detecta e prepara o nosso corpo para as atividades de luta ou de fuga. E aí, o que que acontece conosco? O estado de alerta vai aumentar, a produção hormonal vai aumentar, o hormônio adrenocorticotrófico, cortisol e a adrenalina. Nossas pupilas vão se dilatar, os brônquios vão se expandir, a frequência cardíaca vai aumentar, há uma vasoconstrição periférica e até a pressão arterial aumenta.

Lembra aquele efeito mais ou menos quando você toma um susto? Você fica branco, pálido. É mais ou menos isso que vai acontecer. Com isso gente, há uma redução do nosso fluxo sanguíneo no estômago, os nossos músculos vão se tensionar, o fígado vai aumentar a produção de açúcares e principalmente, nosso tecido adiposo vai aumentar a sua lipolise. Aumentando a disponibilidade de ácidos graxos para a corrente sanguínea para uma possível maior oxidação.

Cafeína e Atividades Físicas - Bem é Estar Bem

E qual que é a relação da cafeína com a performance do atleta ou da pessoa que pratica atividade física? A cafeína, ela diminui a utilização do glicogênio muscular. Quando isso ocorre também, gente, há um atraso da fadiga, pois ela aumenta a produção da endorfina e diminui a atividade de uma enzima chamada fosfodiesterase. Com isso a nossa tolerância a dor acaba aumentando. E qual é a vantagem de ter um aumento da tolerância a dor? Eu consigo aguentar mais tempo fazer exercício. Muitos estudos mostram que a cafeína pode reduzir até mesmo de 10 a 20 minutos do resultado de um tempo final de um atleta.

Como vocês podem ver depois nos estudos que estão aqui embaixo. Pô Zanuto, então quer dizer que eu posso me entupir de cafeína que eu vou ficar bem, vou ter melhores resultados, meu desempenho vai melhorar pra caramba? Não galera, nem tudo são flores. Na verdade, ainda há vários estudos que mostram divergências no volume total da cafeína a ser ingerida por cada um. Primeiro porque a cafeína, ela é um adaptógeno, ou seja, cada pessoa responde a uma quantidade “x” de cafeína de forma completamente diferente.

Eu posso querer ter esses efeitos com 100 miligramas de cafeína e meu amigo, de repente, precisar de 500 miligramas para ter o mesmo efeito. Além disso gente, dependendo de onde vem o café, de onde ele foi cultivado os níveis de cafeína podem variar pra caramba. Uma xícara dessa aqui de 50 ml, pode ter de 40 até 100 miligramas de cafeína dependendo da origem desse café.

Uma outra coisa importante é lembrar também que a cafeína é extremamente diurética. Então você pega, de repente, um atleta que vai fazer uma prova muito longa. Será que é interessante ele desidratar ou acelerar essa fase de desidratação? Ela aumenta a força de contração do miocárdio, pode levar sim a quadros de taquicardia, tem o efeito broncodilatador e é muito importante gente ficarem atentos principalmente se você tiver problemas no seu estômago como ulcerações ou até mesmo a gastrite, pois a cafeína aumenta muito a produção do ácido clorídrico. Portanto gente, como eu sempre digo: Coragem, porque bem é estar bem! Galera, gostaram do vídeo? Ou tem aquele amigo que adora um cafezinho? Compartilhe. Inscrevam-se aqui no nosso canal, porque toda semana nós vamos estar colocando uma novidade pra você. Um abraço!.

Encontramos esse conteúdo no Youtube

Comentários via Facebook

Comentários via Facebook

Autor: Blog Saúde Mais

As informações, dicas e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos e outros especialistas.

Compartilhe este artigo no
Importante: Para uma melhor experiência em nosso blog, utilizamos cookies, que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes. Para maiores esclarecimentos, acesse nossa política de privacidade e condições de uso.