Saúde bucal infantil

Saúde bucal infantil

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil, 53% das crianças com 5 anos de idade, tem em média 2 dentes de leite com cárie. Crianças entre 18 e 36 meses, tem ao menos 1 dente cariado. E 1,6 milhões de crianças de 12 anos, possuem cáries. Parece bastante, né? Mas o número de crianças com doenças bucais diminuiu de alguns anos para cá. Por isso devemos tomar muitos cuidados com a saúde bucal infantil.

O trabalho de cirurgiões dentistas em escolas, em postos de saúde e hospitais melhoraram. Atualmente, o Brasil tem a maior quantidade de dentistas do mundo segundo o livro “Perfil atual e tendência do cirurgião-dentista Brasileiro”, porém os números ainda não são suficientes para atender toda a demanda, sendo que 57% deles estão concentrados na região sudeste.

Saúde bucal infantil Não podemos depender desses números, então os cuidados com os dentes das crianças devem começar em casa. Os pais, como seus alicerces são o maior exemplo de como se deve cuidar da higiene bucal. Mostrando desde os primeiros passos como, quando e porque fazer. Isso trará apenas benefícios, prevenindo seus filhos de doenças e futuros gastos.

Cuidados na saúde bucal infantil

Estimular a escovação deve acontecer antes do nascimento do primeiro dente, ainda quando a gengiva é frágil e sensível. Durante os primeiros meses é indicado efetuar a limpeza das gengivas duas vezes durante a semana com gaze ou um pano umedecido com água fervente ou soro fisiológico.

O fio dental também é muito importante, porém é usado apenas quando a criança possuir 4 anos. Ele serve para retirar os alimentos que a escova não alcança e evitar doenças.  O estimulo e o auxilio do produto também deve ser feito pelos pais. Aos 8 anos, a criança já pode utilizar sozinha.

O flúor também faz parte da proteção dos dentes dos pequenos. Ele é um dos melhores produtos para evitar a cárie. Este mineral natural tem a quantidade necessária para proteção dos dentes composta na água. Se recomendado por um dentista, pode-se utilizar enxaguante bucal infantil, ou gotas de flúor.

Para escolher a melhor pasta de dente e o melhor fio dental, é imprescindível que se procure um dentista. Ele
mostrará os melhores produtos para se utilizar. Para cada idade e cada faixa etária existe um produto. Quando a criança não sabe cuspir, pode haver o excesso de algum ingrediente em algum produto que faça mal. O auxilio de um profissional e dos pais é muito importante.

Uma boa alimentação também previne doenças bucais. O excesso de alimentos que contenham açúcar e amido podem gerar cáries. Eles produzem o ácido da placa que causa a doença.

Além da cárie, temos outras doenças, como a gengivite, que é o inchaço na gengiva, provocada pela má higienização bucal e pela não remoção de alimentos, provocando vermelhidão, sangramento, dor e mau hálito, e a periodontite, que é o estado mais avançado da gengivite, quando se forma o tártaro. Com sintomas mais intensos, que podem levar até a extração do dente. O apodrecimento dos dentes por falta de cuidados também é muito comum entre as crianças.

Os cuidados com a saúde bucal devem sempre existir e ser priorizada. A visita ao dentista deve ocorrer ao menos uma vez ao ano. Eles ajudarão a manter uma boca saudável. Porém não podemos esquecer que a higienização deve ser adquirida com o hábito desde criança, evitando prejuízos na vida adulta. Um pequeno investimento de tempo, que fará toda a diferença.

 

Comentários via Facebook

Comentários via Facebook

Autor: Blog Saúde Mais

As informações, dicas e sugestões contidas neste blog têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos e outros especialistas.

Compartilhe este artigo no

1 comentário

  1. Sempre bom ter um filho.

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *